Esse sábado dia 20 de julho de 2019 vem a ser o curioso dia da chamada “data limite”, expressão atribuída ao médium Chico Xavier e que vem sendo lembrada por muita gente, sobretudo nos últimos anos. Tida como uma espécie de profecia, a data limite diria respeito a uma possibilidade de uma mudança na evolução da espécie humana sobre o planeta.
Ele teria afirmado em um programa de TV, em 1971, que tudo tinha a ver com a chegada do homem à Lua, no dia 20 de julho de 1969, juntamente com a tensão provocada pelo poderio nuclear armamentista. De acordo com o médium, naquele dia, entidades tinham se reunido no mundo espiritual e decidido dar o prazo de 50 anos para a humanidade. Se não acontecesse a Terceira Guerra Mundial, vencido o prazo de cinco décadas, a Terra e seus habitantes viveriam uma nova era, uma chance de conhecer novas possibilidades de crescimento espiritual e evolução.
Embora não tenha a ver com fim do mundo, como alguns poderiam supor, e nem represente a visão oficial da doutrina espírita, a ideia da data limite tem muitos adeptos e é engraçado pensar em como o mundo sempre foi um lugar hostil, com variações de grau e intensidade. O mestre historiador Eric Hobsbawm, por exemplo, chamou o sangrento século XX de A Era dos Extremos, tal o nível de matança em massa; mas com uma simples olhada pela História dá pra sacar que a violência e os massacres parecem que sempre foram a regra. E com a sucessão constante da presença das guerras, sejam em nome de Deus, do dinheiro ou do poder — ou dos três.
Para muitos, o século XXI começava a representar a chance de um novo mundo possível, mais humano, mais justo, com as novas tecnologias de comunicação, o crescimento do pensamento ecológico, o avanço da medicina, a democratização do conhecimento… Uma nova era começava a se tornar visível no horizonte…
Mas o que se vê é o capitalismo financeiro e o imperialismo quebrando tudo e a sensação de que a chapa do mundo voltou a esquentar mil graus é muito forte. O momento de doença no ar aflige, o fascismo campeia, a indústria bélica vibra, os apóstolos da morte andam ouriçados. E em lugares como o Brasil seus representantes estão no poder com a estrutura da máquina nas mãos — e apoiados por hordas de cidadãos de bem babando ódio, sedentos e cegos por vingança e ganância.
Sem entrar em méritos de crença e fé, que nunca foi a minha intenção, que pelos menos a ideia da data limite no dia de hoje nos lembre de figuras doces e simples como foi a de Chico Xavier, um contraste desconcertante se observarmos a quantidade de líderes religiosos do momento que pregam a morte e a intolerância através de seus impérios eletrônicos midiáticos e milionários.
Espero que você tenha um sábado de paz e alegria, mínimas que sejam, em meio ao desastre humanitário que temos vivido, principalmente em nosso país atualmente massacrado pela mediocridade e pelo ódio.

[ heraldo hb — pitacolândia — julho de 2019 ]

#datalimite #pitacolandia #relinkare

Written by

animador cultural, cineclubista, produtor audiovisual. www.relinkare.org

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store